Pós-Graduação em Controlo da Infeção Associada à Prestação de Cuidados de Saúde

PrintPrint

3ª Edição | 2014/15

Face aos constantes e crescentes desafios que se colocam ao Sector da Saúde em Portugal é imperativo a melhoria da qualidade dos cuidados prestados aos doentes. A infeção surge como um corolário desses mesmos cuidados, e merece uma particular atenção.

A infeção associada aos cuidados de saúde (IACS), quer em meio hospitalar, quer comunitário, é uma das grandes preocupações dos gestores dos sistemas de saúde. Mesmo nos países mais desenvolvidos, as IACS tem uma taxa de prevalência que varia entre 5 e 12%. De facto as IACS conduzem ao aumento do uso de antibióticos, ao aumento da morbi-mortalidade, das admissões ou readmissões hospitalares, e consequentemente ao aumento dos custos dos cuidados. Os custos com elas relacionados são tão elevados que, nos EUA, algumas seguradoras simplesmente se recusam a suportá-los, deixando essa responsabilidade para os próprios hospitais. Para além das consequências clínicas destes eventos, eles acarretam custos sociais e financeiros consideráveis. Por isso a profilaxia e controlo das infeções associadas aos cuidados de saúde constituem uma prioridade estratégica a nível nacional e a nível internacional.

O plano da Pós-Graduação que se apresenta pretende não só contribuir para a formação e desenvolvimento de competências profissionais e de investigação dos destinatários desta área pluridisciplinar, como aumentar o seu conhecimento no domínio das infeções. Pretende dotar os participantes de uma formação técnica e científica, em contexto multidisciplinar e com uma visão integrada, aplicada às unidades de saúde. Assim, no final do Curso, o formando deve ser capaz de:

  • dar respostas às necessidades das unidades de saúde em matéria de infeção hospitalar;
  • potencializar a investigação nesta área.
Área de Estudos: 
Ciências da Saúde
Grau de Ensino: 
Pós Graduação
Regime: 
Pós-Laboral
ECTS: 
30
Campus: 
Campus Asprela
Destinatários: 

Titulares de Licenciaturas (ou equivalente legal) em áreas da Saúde, ou outros licenciados que trabalhem ou pretendam vir a trabalhar na área de Controlo da Infeção em Cuidados de Saúde.

Horários: 

As aulas decorrerão quinzenalmente, à 6ª feira, das 17h00 às 21h15 e aos sábados das 9h00 às 13h15. Excecionalmente poderão também ser marcadas algumas sessões em semanas consecutivas.

Propinas: 
  • Taxa de Candidatura - 125€
  • Taxa de Matrícula - 315€
  • Propinas: 1.880 € no total, que poderá ser pago de uma só vez (com desconto de 4%) ou em 14 mensalidades de 134 € (sendo a última mensalidade de 138 €)
  • Valor do certificado - 160€
Provas/Requisitos de Ingresso: 

Titulares de licenciatura (ou equivalente legal) em áreas da saúde ou outros licenciados que trabalhem ou pretendam vir a trabalhar na área de controlo da infeção em cuidados de saúde.

Coordenação: 
  • Professor Doutor Henrique Lecour | Professor Catedrático do Instituto de Ciências da Saúde, Católica Porto.
     
  • Professor Doutor António Sarmento | Professor Catedrático de Infeciologia, Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Diretor do Serviço de Doenças Infecciosas do Hospital de S. João.
     
  • Professora Helena Ramos | Professora do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, Universidade do Porto. Diretora do Departamento de Patologia Laboratorial do Centro Hospitalar do Porto - Hospital de Santo António.
Contactos: 

Para mais informações, por favor contacte:

Gestão dos Serviços Académicos | Estudos Avançados e Formação
e. candidaturas@porto.ucp.pt | t. 225 580 055 | f. 225 090 351

Observações: 

Creditação de 30 ECTS - 198 horas de contacto

À semelhança de anos anteriores será pedido o Patrocínio Científico às seguintes entidades:

  • Ordem dos Médicos
  • Sociedade Portuguesa de Doenças Infecciosas e Microbiologia Clínica (SPDIMC)
  • Associação Portuguesa para o Estudo Clínico da SIDA (APECS)
  • Sociedade Ibero-americana de Infecciologia (SIAI)

Dada a pertinência e oportunidade dos temas abordados, as aulas são presenciais no campus Asprela, com transmissão em tempo real, à distância, para todo o País, incluindo Açores e Madeira, assim como para outros Países. Desde 2011 disponibilizamos a possibilidade de assistir às aulas à distância, tanto em Portugal como no estrangeiro. Para nos acompanhar basta ter computador com ligação estável à internet, browser de internet (internet Explorer, Mozilla Firefox ou Google Chrome) actualizado, Flash Player actualizado e saída áudio. O ICS não se responsabilizará caso a transmissão não se realize por motivos externos à própria instituição, por exemplo, quebra na ligação à internet e/ou sistema Adobe Connect.

Descarregue aqui o manual de Utilização do Adobe Connect.

Nota 1 - As avaliações serão realizadas presencialmente não sendo possível serem realizadas à distância.
 
Nota 2 - É obrigatória a presença em algumas sessões da Unidade Curricular de Epidemiologia e Estatística (aproximadamente 3 sessões).