Mestrado em Gerontologia e Cuidado Geriátrico

PrintPrint

O envelhecimento da população é hoje um fenómeno peculiar único na história da Humanidade: se, por um lado, a esperança de vida tanto à nascença como aos 65 e mais anos nunca foi tão elevada, também nunca tão elevados foram os índices de envelhecimento, de doença e de dependência das pessoas idosas.

O envelhecimento, naturalmente relacionado com a longevidade, tem sido acompanhado, no seu conjunto, por défices no autocuidado e por incapacidades para o desenvolvimento de atividades a diferentes níveis, agravados pelas doenças mais prevalentes nesta fase da vida.

Em Portugal aumentam progressivamente o número de pessoas idosas residentes em estruturas de apoio ou acompanhados no seu domicílio por diferentes equipas de cuidadores; mas os residentes apresentam em média cerca de 80 anos de idade e múltiplas patologias, e são cada vez mais as pessoas dependentes no autocuidado e com défices funcionais e cognitivos. Estas pessoas carecem de ajuda especializada.

Neste contexto, apresentamos um plano de estudos claramente vocacionado para a promoção da saúde e cuidados geriátricos, sem descurar as questões éticas, jurídicas, a investigação contextual específica e a problemática que as famílias e as estruturas de apoio enfrentam para a assistência nesta faixa etária, esperando-se contribuir para capacitar os profissionais com responsabilidades assistenciais e de gestão destas estruturas para a promoção da dignidade e do conforto das pessoas assistidas nesta fase da suas vidas.

 

Objetivos e Resultados Esperados

O curso de mestrado em Gerontologia e Cuidado Geriátrico visa:

- Formar profissionais da área da saúde com visão integradora e capacidade transformadora, fundamentada em valores éticos e culturais, para intervenção multiprofissional e interdisciplinar junto da população mais idosa, particularmente em estruturas residenciais e de apoio social.

- Promover uma cultura de inovação e criatividade na promoção do envelhecimento com mais saúde, pelo desenvolvimento de projetos de intervenção e de investigação com famílias, instituições e contextos que integram pessoas idosas.

 

No fim do curso os estudantes demonstrarão:

- Conhecimentos aprofundados sobre o envelheci­mento, os problemas de saúde e os fatores biopsicossociais e culturais que afetam a qualidade de vida das pessoas mais idosas;

- Capacidade para transferir os seus conhecimentos para a prática profissional com pessoas idosas e suas famílias, integrando a reflexão sobre implicações éticas e jurídicas em situações complexas que exigem soluções inovadoras e atempadas;

- Capacidade para trabalhar em equipas multi­profissionais e interdisciplinares, nos diferentes contextos onde as pessoas mais idosas vivem e se relacionam;

- Capacidade de comunicar das suas decisões, conhecimentos e raciocínio a ela subjacentes, com os pares, com a comunidade científica, com os cidadãos e os clientes em particular;

- Capacidade para colaborar na investigação científica e integrar resultados na sua prática diária;

- Capacidade de pesquisa e aprendizagem autónoma.

 

Regime

Presencial com possibilidade de assistência à distância nas aulas teóricas.

Número de Vagas: 30 

Área de Estudos: 
Ciências da Saúde
Grau de Ensino: 
2º Ciclo
ECTS: 
90
Campus: 
Campus Foz
Destinatários: 

Titulares de licenciaturas em áreas da Saúde, nomeadamente em Enfermagem, Gerontologia, Medicina, Psicologia, Serviço Social e outros licenciados que trabalhem ou pretendam vir a trabalhar na assistência a pessoas idosa em geral.

Podem candidatar-se:

a) Titulares do grau de licenciado ou equivalente legal;

b) Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido por um 1.º ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha por um Estado aderente;

c) Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo Conselho Científico do Instituto de Ciências da Saúde da UCP;

d) Detentores de um currículo escolar, científico ou profissional, que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico do Instituto de Ciências da Saúde da UCP.

Horários: 

Segundas, terças e quartas-feiras, das 16h-20h. Dois sábados por semestre das 9h-18h.

Coordenação: 

Prof. Doutor João C. Amado

Contactos: 

Católica Porto

| Gestão de Serviços Académicos
e. s.academicos@porto.ucp.pt

| Campus Foz. Rua Diogo Botelho, 1327. 4169-005 Porto
Tel. 22 619 62 00 (Geral)